• Guilherme Cavalcante

É possível desenvolver a nossa oratória?

Atualizado: Mai 7


A voz é a fonte mais simples e objetiva de criar relações com a sociedade ao nosso a redor. Porém, quem nunca se sentiu constrangido em uma apresentação de trabalho, inseguro em uma entrevista de emprego ou até mesmo sentiu frio na barriga ao iniciar uma conversa com uma pessoa desconhecida?

Na Grécia antiga a oratória era a principal fonte de desenvolvimento intelectual, pois naquela época existiam grandes centros de discussão de ideias o que fez com que grandes filósofos daquela época, como Aristóteles, Cícero e Quintiliano, se tornassem grandes oradores e estudiosos deste tema.

Através deste exemplo, tão antigo, podemos observar uma técnica que pode muito bem fazer com que a nossa oratória seja desenvolvida. A arte de praticar. Muitas vezes o medo e a insegurança provocam em nós um receio natural de errar, porém segundo Susan Cain, autora do livro “Silêncio”, o ato de errar nos torna mais humano e empático ao nosso público, isto não significa que você tem o direito de fazer o que quiser e mesmo assim terá a empatia do seu público, mas o ato de errar e continuar tentando nos faz cativar mais as pessoas.

Mesmo que seja um momento profissional, não se acanhe por um deslize na fala, passe direto por ele. Peça desculpas. Exponha seu nervosismo, no começo isso é muito comum. As pessoas irão te entender e, com o tempo, você vai perceber que todo mundo é assim e ninguém é perfeito. Esteja aberto a crescer, evoluir e mudanças fazem parte da natureza humana.

A partir do momento que você criar a consciência de que é necessário praticar e se desenvolver você precisará estruturar a sua fala e seus pensamentos, portanto, sempre que for preparar um discurso pense no que você quer transmitir e como você gostaria de que as pessoas recebessem esta informação. O grande erro dos palestrantes segundo Chris Anderson, dono e fundador do TED(organização sem fins lucrativos dedicada ao lema ideias que merecem ser compartilhadas), é não trabalhar a forma pelo qual os seus ouvintes irão receber o conteúdo apresentado e por isso é de fundamental importância que você tenha um conhecimento mínimo sobre para quem você está falando. Não crie um texto extremamente técnico para um público que não esteja inserido nesta realidade, assim como não seja informal em uma apresentação de um case em uma dinâmica empresarial.

Com o que você irá falar estruturado, busque fazer certos “checks points” mentais, ou seja, busque marcar em que momento você irá realizar pequenas pausas e se comunicar indiretamente com o seu público, através de um sorriso, uma pergunta ou até mesmo um gesto. Desta forma você poderá sentir o quão inserido no seu tema as pessoas ao redor estão. Falar desenfreadamente é um erro muito grande, portanto evite ao máximo fazê-lo. Buscando fazer isto, você conseguirá se sentir seguro e continuar mais tranquilo a sua fala, porém se as coisas saírem errado não se desespere, você é a pessoa mais importante naquele momento e o controle da situação deve ser totalmente seu. Ser um grande orador é algo muito difícil até para os mais experientes, mas buscar sempre se desenvolver e buscar novos conteúdos é o caminho ideal para que você atinja o seu objetivo e se sinta mais seguro na hora de se comunicar com as pessoas ao seu redor. Não se acanhe, pratique, estude e desenvolva estratégias pessoais para que você possa se sentir mais confiante.

Curtiu? Confira o nosso blog para mais conteúdos!

Fontes de apoio:

http://www.falarempublico.com.br/ser-introvertido-e-uma-barreira-para-o-sucesso-profissional/

http://www.falarempublico.com.br/comunicar-se-bem-por-que/

http://www.falarempublico.com.br/comunicar-se-bem-em-entrevistas-de-emprego-a-chave-para-o-sucesso/

https://administradores.com.br/artigos/a-arte-de-falar-em-publico

#voz #oratória #desempenho #produtividade #silêncio #público

27 visualizações

Menu: 

Informações: 

Av. Dr. Ariberto Pereira da Cunha, 333 - Bloco 1 - Pedregulho, Guaratinguetá - SP, 12516-410

+55 (12) 3123-2249

© 2020 Jr. Eng Todos os direitos reservados