• Jr. Eng

Inovação para Pequenos Negócios



Inovação e empreendedorismo são dois lados da mesma moeda, sendo impossível manter um negócio sem se adaptar e inovar com o passar do tempo. Empresas que se prendem ao passado tendem a desaparecer, pois é exigido do mercado que se adapte aos anseios do público-alvo, que mudam sazonalmente. Mas como moldar seu pequeno negócio e sua orientação mercadológica ao seu público-alvo? Como levar longevidade à sua empresa, mesmo em um cenário de mercado tão volátil?

Existem diversas maneiras de inovar num negócio, desenvolvendo ou aprimorando um produto, um processo ou mesmo a cultura da empresa.


INOVAÇÃO DE PRODUTO

Inovar o produto é criar soluções novas para (novas) dores e (novos) desejos do cliente. Para esse fim, é preciso estudar o público constantemente, dar abertura para feedbacks e ter clareza sobre suas necessidades, gostos e ideias, o que pode ser feito através de:

· Pesquisa de opinião: é uma saída para negócios entenderem seu nicho de clientes e saberem o que mudar em seu comércio para agradar, fidelizar e atrair consumidores.


· Canal de feedback: seja uma caixa de “sugestões” na loja, um WhatsApp da empresa ou um campo no site ou redes sociais do comércio, é importante manter aberto um canal de diálogo para o cliente expressar seus elogios, sugestões ou reclamações a qualquer momento, tanto para mostrar que a empresa se importa com suas opiniões, quanto para compreender o público.


· Marketing digital: é uma ótima ferramenta para aumentar a visibilidade da marca, engajar, entender e fidelizar clientes, além de um excelente canal de prospecção passiva.

Assim, entendendo quem é o cliente, suas dores e desejos, é mais fácil enxergar o caminho para inovação, atraindo, agradando e fidelizando o cliente.


INOVAÇÃO DE PROCESSO

Inovar um processo é otimizar a produção e a venda do produto. Para isso, é necessário estudar a produção e o marketing da empresa e identificar padrões que podem ser alterados a fim de economizar tempo e aumentar o lucro, o que pode ser feito por:

· Mapeamento e otimização de processos: é a técnica que estuda o processo com o objetivo de identificar e eliminar gargalos e falhas, diminuindo o tempo e dinheiro gasto.


· Estudo de Layout: é a técnica que redefine o arranjo físico de uma instalação a fim de otimizar o uso do espaço e facilitar a produção, reduzindo custos de operação e perda de tempo com deslocamento desnecessário, acúmulo de pessoas, espaços ociosos e fluxos cruzados entre etapas do processo. Saiba mais sobre estudo de layout aqui.


· Capacitação da equipe: seja através de cursos ou troca de informações com outras empresas (benchmarking), funcionários qualificados geram produtos de melhor qualidade com maior produtividade e maior capacidade em resolver problemas de maneira rápida e eficiente.


· Novos processos: serviços como delivery e e-commerce já são realidade em diversos comércios e são exemplos de processos novos criados para facilitar e aprimorar o serviço ao cliente, além de gerarem valor ao produto.


· Automação de processos: alguns processos internos podem ser dinamizados se passarem a ser feitos de maneira síncrona, por máquinas, mecanismos e dispositivos mecânicos. A intenção é fazer com que esses processos sejam feitos de forma contínua e lags e falhas operacionais se reduzam na linha de produção ou na prestação de serviços.

Dessa maneira, são aproveitados ao máximo o tempo, o dinheiro e o espaço da empresa, gerando valor ao produto e lucro ao negócio.


INOVAÇÃO DA EMPRESA

Inovar a empresa é implantar uma cultura de inovação constante. Para tal, é essencial estar sempre aberto a novas ideias e buscando novos parceiros, o que pode ser feito por meio de:


· Novas parcerias: seja com incubadoras de empresas, laboratórios vivos, outros comércios, fornecedores ou programas e iniciativas de auxílio a pequenos negócios, parcerias são ótimas para que a empresa tenha apoio externo para crescer, otimizar funções, baratear ou aprimorar seu produto e seja capaz de competir no mercado.


· Alinhamento interno: todo membro da equipe precisa entender a missão, visão, valores e objetivos da empresa, para que estejam cientes do que o negócio é e o que pretende ser.


· Pesquisa de Satisfação Interna: a produtividade é fruto da motivação, sendo assim, a felicidade dos funcionários deve ser uma prioridade, e uma maneira de entender se estão motivados ou insatisfeitos é por meio de uma pesquisa de satisfação.


· Feedback da equipe: com funcionários capacitados, novas ideias podem surgir de qualquer um e é importante que todas sejam ouvidas, pois, mesmo que não se tornem inovações, podem despertar outros questionamentos e respostas.


· Buscar inspiração: seja por noticiário, livros, revistas, sites, documentários, networking ou redes sociais, estudar sobre outros negócios e as inovações que acontecem no mundo a todo momento, é um bom caminho para encontrar ideias aplicáveis ao seu negócio, despertar epifanias e ampliar fronteiras.

Portanto, analisar as mudanças no mercado e os pontos na empresa que podem ser melhorados é a chave para a inovação e o cardápio para tal é extenso. Assim, fica a cargo do empreendedor identificar o que é aplicável ao seu negócio e ao seu público para otimizar a empresa.

Diversas soluções apresentadas nesse artigo são serviços oferecidos pela Jr. Eng. Se tiver interesse, visite nosso site e entre em contato.

46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Menu: 

Informações: 

Av. Dr. Ariberto Pereira da Cunha, 333 - Bloco 1 - Pedregulho, Guaratinguetá - SP, 12516-410

+55 (12) 3123-2249

© 2020 Jr. Eng Todos os direitos reservados