• Vitor Homem

Pesquisa de Marketing

Atualizado: 7 de Mai de 2020


Você já se sentiu inseguro ao tomar uma importante decisão em seu negócio? Você já se perguntou se lançar um novo produto no mercado, mudar a localização do seu empreendimento ou investir em propaganda iria fazer a diferença para sua empresa? Dúvidas como essas são comuns no dia-a-dia de um empresário.

Dessa forma, segundo Philip Kotler e Gary Armstrong, escritores do livro Princípios de Marketing (2015), é imprescindível que as empresas tomem decisões buscando entregar valor para seus clientes e construir relacionamentos significativos com eles. Para isso é necessário conhecer a fundo o que os seus clientes querem e precisam, o que eles veem como valor. Esses dados devem guiar as decisões de seu negócio, visando desenvolver vantagens competitivas que irão colocar-lhe a frente de seus competidores.

A Pesquisa de Marketing é uma poderosa estratégia que vai permite coletar informações estratégicas que irão embasar suas decisões e permitir que você tenha completa confiança nas suas ações. Ela pode ser utilizada tanto para coletar insights relacionados às motivações, ao comportamento de compra e satisfação dos clientes, quanto para avaliar o potencial e a participação de mercado ou mensurar a eficácia de diferentes ações tomadas pela empresa.

Uma Pesquisa de Marketing é composta por quatro etapas (Figura 1): definição do problema e dos objetivos da pesquisa, desenvolvimento do plano de pesquisa para coleta de informações, implementação do plano de pesquisa (coleta e análise de dados) e interpretação e apresentação dos resultados.

Figura 1 – Etapas de uma pesquisa de marketing

  1. Definição do problema e dos objetivos de pesquisa: nessa etapa deve ser definido qual o problema será resolvido com as informações coletadas pela pesquisa de marketing e quais serão as informações que devem ser coletadas. Philip Kotler e Gary Armstron classificam uma pesquisa de marketing como exploratória, quando o objetivo é coletar informações que ajudarão a definir o problema e sugerir hipóteses, descritiva quando o objetivo é descrever fatores, como características do mercado-alvo da empresa ou o potencial de penetração de um novo produto; e causal quando o objetivo é testar hipóteses sobre causa e efeito.

  2. Desenvolvimento do plano de pesquisa para coleta de informações: enquanto a primeira etapa se trata de definir o que será pesquisado, a segunda etapa se preocupa com como será feita a pesquisa. Nela deve ser definido qual a abordagem de pesquisa será utilizada, qual o método de contato, qual o plano de amostragem (quantas informações serão coletadas) e os instrumentos de pesquisa. Nessa etapa é importante se preocupar com o rigor metodológico, para que os dados coletados representem a realidade.

  3. Implementação do plano de pesquisa: nessa etapa tudo que foi planejado na segunda etapa será colocado em prática. Isso implica em coletar, processar e analisar as informações obtidas. A análise deve ser feita por um profissional que possua conhecimentos estatísticos, para que os resultados das análises sejam estatisticamente válidos.

  4. Interpretação e apresentação dos resultados: ao fim das análises estas devem ser interpretadas de acordo com a realidade da empresa, para que as conclusões possam solucionar o problema e os objetivos da pesquisa.

Ao começar a realizar pesquisas de marketing você não terá mais que se preocupar com a insegurança ao tomar decisões estratégicas em sua empresa. Portanto, garanto que os resultados serão muito vantajosos para você e para seus clientes.

Quer saber mais sobre marketing? Baixe o nosso e-Book gratuito!

124 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo