• Melissa Scipioni e João Pedro Magoga

Fluxo de Caixa: a alma de uma empresa

Um dos temas mais importantes dentro da empresa, e que ajuda no sucesso da mesma é o Fluxo de Caixa. Este é uma ferramenta contábil que possibilita ao empresário e a empresa o controle e acompanhamento das finanças, dos investimentos e dos rendimentos. De forma simples, ele registra todas as entradas e saídas financeiras do caixa da empresa.


Este processo parece simples, porém é de suma importância para o bom funcionamento da empresa. Além do citado acima, ele é utilizado também como uma forma de projetar os lucros da empresa para um determinado período.


É notável sua aplicação como necessária para entender se a empresa está financeiramente saudável. Com esta ferramenta o empreendedor pode acompanhar e analisar suas movimentações financeiras ao longo do tempo, ajudando-o a tomar uma melhor decisão com o capital de sua empresa.


Alguns pontos interessantes da aplicação do fluxo de caixa são:


  1. Saber se vai sobrar ou faltar dinheiro futuramente;

  2. Flexibilizar prazos de pagamentos aos clientes sem comprometer as atividades da empresa;

  3. Entender quando negociar um maior prazo com os fornecedores;

  4. Analisar quando financiar as atividades através de empréstimos e financiamentos.


Mas afinal, como construir um fluxo de caixa?


Existem muitas plataformas que podem ser utilizadas para montar, gerir e atualizar as entradas e saídas financeiras, o importante é que esta seja prática e de fácil entendimento. Assim, o processo de inserir as informações torna-se uma atividade confortável e simples. Além disso, vale lembrar que é muito importante ter precisão sobre os dados coletados, não só em relação aos valores, mas também sobre a origem de cada movimentação realizada.


Considerando os apontamentos anteriores, o último passo é realizar o levantamento de todas as entradas e saídas, assim como caracterizá-las de acordo com a frequência em que são realizadas. Deste modo, será possível personalizar ao máximo o fluxo de caixa de acordo com as reais necessidades do negócio.


Com os dados já coletados e inseridos no fluxo de caixa, este permitirá análises sobre o saldo final do fechamento de caixa, por exemplo, que deve corresponder ao valor dos recursos disponíveis no caixa da empresa ou depositados em contas bancárias. Torna-se viável, também, a tomada de providências caso o saldo seja negativo, com observações para gastos inesperados ou muito altos.


Conforme já mencionado, o fluxo de caixa deve ser realizado da melhor maneira de acordo com o estilo de trabalho da empresa. Atualmente, torna-se mais ágil o controle deste por meio de uma planilha eletrônica, que permite também análises mais detalhadas sobre gestão financeira.


Dentro do projeto de Gestão Financeira, a Jr. Eng realiza juntamente com o cliente a construção de cenários financeiros (pessimista, otimista e realista) a partir do capital de giro e estimativas de investimentos fixos e variáveis. Ao final do projeto, torna-se possível que o cliente controle seu fluxo de caixa com total autonomia e realize tomadas de decisão rápidas de acordo com indicadores como lucratividade e rentabilidade.


Ficou interessado(a)? Então nos siga nas redes sociais para ficar por dentro de assuntos como esse ou entre em contato conosco através do WhatsApp (12) 3123-2249 ou pelo nosso site.

Está a fim de conhecer mais dessas ferramentas que podem auxiliar o seu negócio e deixa-lo ainda mais eficiente? Então não deixe de conferir nossos outros artigos!



49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo